16 coisas que fiz em 2016

Postado por Cristiana em dezembro 19, 2016
Foto; Governo da Bahia/Reprodução





Dois mil e dezesseis está quase no finalzinho (ainda bem!) e como gosto muitissimo de fazer listas, resolvi criar uma com as dezesseis coisas que eu considero mais importantes que me aconteceram e/ou fiz acontecer nesse ano. No meio de tantos altos e baixos, resolvi colocar na balança e medir os eventos bons e ruins, escrevi aqui os que foram felizes pra eu não esquecer de recordar que apesar de tudo a vida ainda pode ser bonita. Nada seguiu alguma ordem específica, fui colocando de acordo com o que a minha mente me lembrava. Espero que gostem do post! 💜


  1. Comparando com dois mil e quinze posso dizer com certeza que a minha preocupação com a minha saúde melhorou duzentos mil por cento. Comecei a fazer pilates em abril e aos poucos minha postura está se corrigindo. Antes até nas fotos era possível perceber minha má postura. Também fiz aqueles exames chatissímos de rotina que havia um tempinho que não fazia e parei de quase virar a noite assistindo séries agora só estudando.                                                                
  2.  Aprendi algumas lições obvias dessa vida e passei a apreciar melhor minha própria companhia. Posso dizer com orgulho que termino esse ano sabendo muito mais sobre mim, sobre quem eu sou e o quanto falta para chegar à quem eu quero ser um dia. Aprendi a amar a mim mesma  e o mundo a minha volta e isso foi muito importante para as minhas outras conquistas!                                      
  3. Estudei inglês até não aguentar mais e desistir por uma semana e começar tudo de novo. Fiz cronogramas, baixei aplicativos, assiti "Antes do Amanhecer" com o aúdio original sem qualquer legenda e ainda tive alguns sonhos malucos em inglês. O resultado de toda essa imersão: avancei meu nível e conversei um dia todinho nessa língua na seleção para o Jovens Embaixadores!                                                                                                                                  
  4. Participei de dezenas de programas, olímpiadas científicas, projetos e lá vai. Além de muita experiência e participação ganhei uma medalha de bronze na OBMEP, fiz a prova oral e escrita do Jovens Embaixadores, fui para a segunda fase da Olímpiada Baiana de Química e acima de tudo descobri o quanto temos potencial quando acreditamos.                                                                                                                
  5. Voltei a fazer aula de canto! Dessa vez no CRAS e com uma frequencia muito maior do que as poucas aulas que tinha com o coral da igreja.                                                                                  
  6. Grudei no abraço fofinho da minha irmã mais velha que fazia quatro anos que não via ao vivo e consegui matar em parte um pouquinho da saudade que eu estava sentindo.                                                                                                                                                                                          
  7. Esse ano não fiz nenhuma viagem interestadual mas em compensação fui para um monte de cidades aqui na Bahia, cada viagem mais especial que a outra. Laje, Valença, Salvador, Amargosa, Rafael Jambeiro, Feira de Santana, Santo Estevão, Itaberaba e a lista continua ...                                                                                                                                                                
  8. Participei do PROEMI no colégio e fiz amizades íncriveis que renderam um dos melhores amigos secretos que já participei na vida. Nunca pensei que pudesse me tornar tão proxíma de alguns colegas da escola e curtir tanto trabalhar em equipe.                                                                                                                                                                                                               
  9. Completei dois anos apresentando o programa "Palavra que Transforma" da igreja católica da minha comunidade na rádio. Também foi meu segundo ano como catequista!                                                                                                                                                                                   
  10. Vivi a experiência de ser uma pesquisadora ainda no Ensino Médio e fazer um projeto de pesquisa. Deu um trabalho danado, foram várias noites em claro e a possibilidade de nada de concreto acontecer; mas para nosso alívio, meu e da minha parceira de projeto, deu tudo tão certissímo que pudemos apresentar nosso projeto na I Mostra Científica do NRE 14 em Itaberaba e no Instituto Anísio Teixeira em Salvador (o evento TranformaÊ ilustra esse post). Tive o gostinho de saber o que é ser cientista, posso me ousar a dizer!                                                                                                                                                                                                                                                              
  11. Comecei a aprender coisas novas e testar habilidades. Fiz algumas aulas de violão, voltei a aprender programação e a postar aqui no blog e escrever com mais frequência, além de andar de bicicleta.                                                                                                                                        
  12.  Fiz a experiência de ter um emprego de verdade, daqueles que te pagam por mês sabe? Aquele abençoado valor certinho, com muitas responsabilidades e crescimento pessoal também. Eu amei!                                                                                                                                                          
  13. Dancei no aniversário de 15 anos da minha melhor amiga e foi muitíssimo divertido. Reaprendi  a fazer aquilo que me dá vontade sem medo de ser ou não exatamente boa nisso.                                                                                                                                                                        
  14. Fui cordenadora do grupo da Pastoral da Juventude da minha cidade e pude participar de um encontro de coordenadores a nível diocesano e foi íncriveeeeel! Foi bom contribuir com algo que foi tão importante pra mim e deu um sentido maior ao meu eu de 14 anos há não muito tempo atrás.                                                                                                                                                  
  15. Descobri muita música boa, filmes e seríes e não sei o que seria de mim sem essas coisas pra desviarem minha atenção de todos os momentos tristes que esse ano carrega. Passei a ouvir muito mais  músicas de outros lugares e estilos distintos. Ouvi Lianne la Havas o ano inteiro e sei que não vou enjoar dela tão cedo, posso dizer que foi A descoberta do ano pra mim!                                                                                                                               
  16. Li, li e li. Não tanto quanto eu gostaria, mas os livros que foram devorados valeram por 1000. Li Tostói pela primeira vez ( leia mais aqui) e Orgulho e Preconceito. Li alguns livros com meu sobrinho e ouvi ele dizer "Eu amo livux" de um jeitinho fofo que só ele sabe dizer. 
Bom, essa foi minha lista e então, sobre quais 16 coisas vocês escreveriam?
Categories

0 comentários:

Postar um comentário

 

Acaso de Menina Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos